Search
  • Betina Vargas C & T

Como o coaching pode auxiliar na tomada de decisões?

Nós fazemos escolhas, em todos os dias das nossas vidas. Essas, vão desde meras questões automáticas, à decisões muito sérias, que afetarão sua vida no trabalho e, também, em família. Tomá-las, tende a ser mais complicado, quando sabemos de antemão que viveremos por longo período com as consequências da decisão tomada.


Uma maneira muito utilizada para ajudar com esse processo, é racionalizar a escolha, colocando as opções lado a lado e escrevendo seus prós e contras. Este processo, pode ser válido em muitos casos, pois enquanto escrevemos e lemos o que escrevemos, conseguimos ir eliminando aquilo que não nos serve, com mais objetividade.


No entanto, por vezes, acabamos pendendo para a opção menos provável; aquela que faz menos sentido, "racionalmente". Além disso, quando queremos algo e não temos coragem de admitir, tendemos a achar razões que justifiquem nossa escolha. Não ha nada de errado nisso, mas o que se mostra interessante é que existem fatores em nós que, certamente, são mais fortes do que os prós e contras de nossas listas.

As nossas necessidades enquanto humanos, vão muito além de nossos objetivos de vida e, normalmente, cada um de nos é dominado por duas delas. Quando você é consciente disso, você consegue identificar mais facilmente, as situações em que você está sendo encravo de suas necessidades. Veja bem, elas são o que esta por trás de cada objetivo seu; se este objetivo for atingível, você consegue ter clareza sobre o que levar em consideração e que passos tomar até chegar lá. Por outro lado, se este objetivo estiver fora do seu alcance ou for inconveniente para sua vida, você pode reprogramar os seus planos, atendendo as suas necessidades humanas, enquanto ajusta na prática o que será feito.


As pessoas hoje, associam o coaching, fortemente, a processos motivacionais, mas isso é um aspecto muito raso - e as vezes chato - de algo muito mais profundo. O Coach bem treinado, tem um leque de perguntas e ferramentas, que lhe auxiliará a pensar por si, fazendo perguntas relevantes e ajudando-o a achar as respostas. Um bom coaching, não busca ser consultado a cada decisão que você precise tomar - o seu trabalho, é ajudar você a: pensar, decidir e planejar. Isso, na sua vida pessoal e na sua carreira.


Por vezes, o processo de coaching vem aliado a consultoria e/ou mentoria, no esforço de resolver um problema do Coachee. Se este for o caso, é importante que o profissional seja claro com seu cliente sobre quais são as técnicas que estão sendo utilizadas.




Betina Vargas